sábado, 24 de dezembro de 2011

Inesgotável significado:

Fé

União

Alegrias

Esperança

Amor Saúde

Realização Luz

Sucesso Harmonia

Felicidade Humildade

Respeito Solidariedade

Confraternização Pureza

Amizade Perdão Sabedoria

Igualdade Liberdade Boa Sorte

Fraternidade Sinceridade Estima

Benevolência Dignidade Equilíbrio

Bondade Paciência Paz Brandura Força

Tenacidade Prosperidade Reconhecimento

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Souvenir incompreensível:

Aqueles que, por mais que se esforcem,
amem, lutem, ou trabalhem,
acabam sempre o ano com menos pessoas na vida
e mais pobres em esperança...

domingo, 18 de dezembro de 2011

Inesgotável conselho:

"Eu acho que sou um bom primeiro-ministro e o meu Governo é óptimo, mas eu no vosso lugar pirava-me daqui, admitiu hoje Passos Coelho, numa declaração aos portugueses."

Vale a pena ler a notícia toda, no Imprensa Falsa!

sábado, 17 de dezembro de 2011

...!




Mesmo quando nada parece risonho,


Deus aparece.
No silêncio. Na vida. No pensamento. Na noite.


No Amor.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Souvenir natalício #2:

Em 1989 recebi uma caixa de música em forma de palhaço, que, quando a corda estava a chegar ao fim, arrastava a música num ruído vampiresco. Isto quando não lhe caía a cabeça, ficando apenas um espeto metálico a rodopiar musicalmente. Talvez não tenha sido esta a principal razão para eu não gostar de palhaços. Certo é que não ajudou.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Inesgotável calendário:



27 de Outubro: Hierárquico superior pede à funcionária para elaborar e enviar para a contraparte, com a máxima urgência, seis contratos.


28 de Outubro: Funcionária envia os contratos, por correio interno, para hierárquico superior assinar.


14 de Novembro: Contratos são devolvidos à funcionária, sem qualquer assinatura. Funcionária remete-os novamente ao superior hierárquico.

28 de Novembro: Contratos são devolvidos à funcionária, sendo que apenas cinco estão assinados. Funcionária remete o contrato sem assinatura ao superior hierárquico.


06 de Dezembro: Todos os contratos se encontram assinados e na posse da funcionária - que os envia por correio para a contraparte.


12 de Dezembro: É recepcionado o Aviso de Recepção, assinado pela contraparte, e datado de 09 de Dezembro. Superior hierárquico questiona funcionária da demora em concretizar a tarefa.

domingo, 11 de dezembro de 2011

sábado, 10 de dezembro de 2011

Inesgotável anedota:



Receber um e-mail, no qual me assegura que concluiu um mestrado.

De 58 páginas.

Tamanho de letra 14.

Creditado pela Igreja Evangélica.

Souvenir natalício #1:


Houve um Natal em que o meu pai resolveu levar-nos a Lisboa para escolhermos as nossas prendas. Lembro-me que partimos cedo, e que o dia estava cinzento como os meus collans. Sem qualquer experiência na arte de fazer uma lista com os presentes pretendidos, sugeri um relógio de pulso, e lá calcorreámos as lojas de pechinchas e brinquedos que cheiravam a drogaria e tinham empregados com poucos dentes e muitos pêlos no peito. A cidade pareceu-me imponente e gigante. Como se do estrangeiro se tratasse. Aquele estrangeiro em que é preciso ir com a melhor roupa, e de ar encantado e extrema atenção a tudo, tão veloz, à volta.


Adivinhasse eu o futuro, e nunca teria sugerido tal objecto.


De nada nos vale cronometrar a perda de tempo.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Inesgotável pessoa:

Luiz Francisco Rebello. Advogado, dramaturgo, crítico teatral, historiador de teatro, ensaíasta português, professor universitário, especialista em direito de autor. Fundador da Frente Nacional para a Defesa da Cultura (FNDC). Presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, de 1973 a 2003. Vice-Presidente da Confederação Internacional de Autores e Compositores. Reservado. Inteligente. Trabalhador. Solitário. Humilde. Generoso. Falecido hoje, aos 87 anos de idade.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Souvenir auto-biográfico:

I’m almost never serious, and I’m always too serious.

Too deep, too shallow.


Too sensitive, too cold hearted.



I’m a collection of paradoxes.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Inesgotável dedicatória:

Receber afecto da forma mais inesperada abre janelas, solta cortinas ao vento, e faz respirar até ao fundo outra vez. É por isso que o amor incondicional dos nossos bichinhos de estimação é tão triste de perder, e tão valioso de recordar.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Souvenir opinativo:


O escritor Umberto Eco considera, no seu mais recente livro (Construir o Inimigo e Outros Escritos Ocasionais) que vivemos na época não da ignorância pela censura do silêncio, mas da ignorância pela censura do ruído.
Ora, vê-se mesmo que o senhor é estrangeiro.
Fosse ele português e estaria muito bem informado, em plena época de crise, de quantas cadeiras arderam no Estádio da Luz, da data de lançamento da auto-biografia de Mário Soares - quando eu ia jurar que o senhor já tinha publicada para aí umas vinte -, e do teor da amena cavaqueira de café que a Felícia Cabrita teve com o estripador português da década de 80.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Souvenir diário:


Em média,
seis mulheres e quatro crianças
são vítimas de violência contra a vida.

Inesgotável rescaldo:

(pedromlucio)

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Inesgotável oração:



Que eu me recorde sempre que tu existes.


Por mais longe que estejas.
E que essa noção seja suficiente para ser feliz,


na exacta porção de cada dia em que não te tenho.